Outro LiteraCidade

Pois é. Mais um poema meu será publicado pela Editora LiteraCidade!

O Poema de título - Poema Sujo -, assim como o Eterna Partitura que foi Destaque Especial Prêmio Nacional de Literatura do LiteraCidade , é inédito.

Esse concurso ( que não é concurso,pois foram escolhidos poemas que se encaixavam na temática pedida pela Antologia ) tem como título "Para Amar Em Todos os Tons, em rosa, roxo e rubi" . É uma antologia de poemas e contos de caráter sensual ( rosa ) libidinoso ( roxo ) e erótico ( rubi ) . Não sei em qual deles meu poema se encaixa, porém, o fato de eu nunca ter escrito nada parecido favoreceu para que ele se mantivesse guardado entre os rascunhos do blog.

Enfim, só lerão depois que ele sair no livro mesmo. Vou terminar o post com o tema do próximo post - O Artista não tem que se explicar - , da mesma forma nem tudo o que escritor, no caso, escreve é aquilo que ele viu, vivenciou ou sentiu. Tomemos como exemplo o escritor que nunca foi para guerra, mas escreve sobre ela.

É isso, pessoas! Estou muito feliz e também no aguardo do resultado da seleção dos contos para o qual eu mandei meu conto Vampires ( disponível no blog ), porém, com muitas modificações...

Prêmio LiteraCidade

Parece até que estou vivendo em um Universo Paralelo onde todos os meus sonhos se realizam. É com muita emoção e orgulho rs que venho informar que meu poema - Eterna Partitura - foi Destaque Especial no Concurso Literário LiteraCidade! Não é primeiro, nem segundo lugar eu sei, mas foi destaque o que significa que eles leram e gostaram e isso pra mim significa muita coisa. Pelo que me falaram vão publicar os textos que foram destaques especiais também!

Enfim, é isso ! Outra enorme notícia que acabou com qualquer tristeza que eu tive hoje de manhã ! A certeza de que isso é o que quero é ainda maior e vou continuar lutando para ser conhecida e reconhecida como escritora!

Deuses do Metal

Ontem dia 15 de Outubro de 2013 foi um dia que ficará marcado na minha vida até o fim dos tempos!

O primeiro grande show da minha vida foi nada medos que Black Sabbath com abertura de Megadeth.

A emoção do show corre pelo meu corpo ainda hoje da mesma forma que as batidas correram por cada parte de mim ontem. Eu senti a música como nunca antes! Quando Tony Iommi  fazia sua guitarra gritar - o grito mais belo que o mundo já ouviu - eu sentia os acordes, posições e dedilhados fluírem através de mim. Quando Ozzy pedia gritos eu entregava minhas cordas vocais como um servo faz a seu mestre, sem hesitar. Não tenho vergonha de dizer isso, foi exatamente o que fiz e faria de novo. Ozzy Osbourne pede e o público atende. Sem mais! Quando Geezer Butler outra lenda não apenas brincava, mas também coloria os palcos com o seu de estrondoso baixo o público o glorificava.

Eram pessoas de todos os tipos, mas com uma única paixão: o metal, o rock. E o melhor: todos curtiram, todos gritavam, pulavam e balançavam a cabeça. Não houve problemas em nenhuma hora do show, ao menos eu não soube de nenhum.

 Todos sabiam a maioria das músicas e todos faziam solos de guitarra com a voz. Foi mágico! Eu  me senti viva, extremamente viva. Esqueci-me completamente do cansaço devido a horas em pé. Perdoei os quase cinquenta minutos de atraso para o início do show.

 Eram camisetas pretas por todo o lado e eu nunca amei tanto a escuridão como ontem! A escuridão mais bela, mais brilhante e mais incrível que eu já vi na vida.

Até mesmo ao som de Megadeth - banda a qual não sou fã como sou do Sabbath- eu gritei,pulei e cantei junto dos verdadeiros fãs. Não havia formas de ficar parado. Não havia!

Eu estava longe do palco. Pista Comum, mas fiquei a três fileiras da grade o que bastou. Ouvi como se estivesse do lado dos músicos ( claro, o som é poderoso ) umas poucas vezes vi de longe Ozzy caminhando em seus passinhos típicos, pedindo mais do públicos. Outras poucas vezes vi Tony e Geezer caminhando e tocando.

E Tony mesmo lutando contra o câncer  estava lá para nos fazer felizes. Para começar a realizar meu sonho de ver minhas bandas de rock e metal favoritas ao vivo!

Sim, ontem eu realizei parte de meu sonho e ainda não acredito nisso. Irei falar desse show por anos ainda, foi o meu primeiro...De muitos! A primeira noite mais surreal que eu já tive. O dia em que os Deuses do Metal se mostraram ao mortais e eu estava entre esses!!

Pouco falei de Megadeth, mas não irei estender muito também. Saibam apenas que mesmo não sendo fã eu entoei 'olês olês ' para Mustaine - de fato, dele eu já gostava - , mas nem por isso sou poser. Não vou virar fã do Megadeth agora. Acontece era simplesmente impossível de não sentir a emoção do restante dos fãs e ainda mais impossível não se juntar a ela.

Outra coisa que adorei no show foi o fato de tanto Megadeth quanto Black Sabbath terem adorado o público. Eles gostaram sim e não foi gostar do tipo ' vou falar que gosto porque são fãs ' . Nós fizemos por merecer esse apreço. Os fãs de Belo Horizonte e claro, de outros lugares, mas que vieram aqui para  show foram os melhores. Nós entoamos os hinos da Missa do Metal que aconteceu ontem!!!

Enfim, esse post é só um pouco do que eu senti ontem e ainda estou sentindo hoje. Ando pra rua agora com um sorriso bobo de fã que viu uma das melhores bandas de Metal ao vivo! Eu estava no mesmo ambiente que os Deuses! Você sabe o que isso significa ? O Zeus do Metal - o eterno Príncipe das Trevas estava perto de mim, há alguns metros apenas! Ao pesquisar na internet reportagens sobre o show encontro postagens onde há vídeos e o fato de eu saber que mesmo não aparecendo nos vídeos eu estava lá já me faz ficar boba de novo! Nas fotos com várias mãos exibindo o símbolo do rock a minha mão está lá! Parece idiota pensar nisso, mas é verdade...Eu estava lá! Eu vi! Eu gritei, pulei, cantei!

[ meu namorado e eu ( não ¬¬' ) ao final do show - pausa para foto, né - ]

 [ essa foto eu peguei em um site, nós estávamos atrás daquele cara com olho e cabelo grande, na verdade, atrás dele e dos outros dois girafas ao lado dele. Dá pra ver só a mão do Leno ( claro que só eu sei qual mão é a dele ) , mas tá valendo ]
 [ essa eu tirei à toa mesmo né, só pra pegar o Black Sabbath lá trás. ]

[ Aqui, antes de ficar entupido de gente, né ]


Poemas Publicados

Oi, oi, gente ! Com um dia de atraso trago a notícias de mais dois bebês que chegaram ontem !
Os meus poemas Eterna Partitura e Poema Sujo que eu já havia mencionado terem sido escolhidos pela Editora LiteraCidade para fazerem parte de dois livros chegaram ontem !

Quero dizer, as antologias chegaram, né.





O poema Eterna Partitura foi Destaque Especial no Concurso Jovem LiteraCidade categoria Poemas Avulsos e o poema Poema Sujo foi escolhido para fazer parte da Antologia Para Amar em Todos os Tons.

Infelizmente, não disponho de um número de exemplares para dar e/ou vender como aconteceu com o Horas Sombrias no qual eu tinha 20 exemplares para serem vendidos, mas você pode comprar os livros do LiteraCidade no site www.literabooks.com.br e assim que eu tiver alguns livros comigo aviso aqui no blog.

Enfim, é isso, gente! Tô muito feliz mesmo porque é mais uma conquista que significa muito pra mim!

Antologia Horas Sombrias

É com muita alegria e emoção que comunico a vocês que meu conto O Pianista foi escolhido para ser publicado na Antologia Horas Sombrias da Editora Andross. Os livros, porém, irão sair em Agosto. O conto original pode ser lido aqui - O Pianista - Blog -  , no entanto, ao mandar para o Concurso eu modifiquei várias coisas e juntei com outro conto - O Mágico ( e o ) Piano - além de modificar ainda mais.

Ter meu conto escolhido só fez aumentar minha ânsia pela escrita, bem como pelo desejo de ser reconhecida mundialmente como escritora. Escrever é minha vida, de fato. Acho que hoje não durmo direito rs, afinal, é meu primeiro concurso literário ganho depois de ter participado de tantos,não é ? Enfim, é isso.

PS: Eu havia postado o Conto aqui, mas decidi esperar pelo livro rs