Discurso de Formatura

Esse é o discurso que eu fiz para a colação de grau da minha sala, minha amiga quem leu.
_________________________________________________________________


É isso aí. Chegou o grande dia. E não estou falando de ENEM e outros vestibulares. Mas sim o dia do Adeus. Oras, mas qual deles? O Adeus de turma. É  aquele que até entre os fortes causa uma angústia. Nem todos choram, mas todos admitem certo pesar. Logo não seremos mais terceiro ano, seremos formandos e cada um com a sua vida. Com o tempo talvez, vão se apagando as lembranças de nossos tempos escolares, dos colegas ou dos acontecimentos.  As fotos talvez sejam a única lembrança, salvo  aquelas enraizadas na mente. Mas  as amizades verdadeiras feitas naquele âmbito mágico, de fato perdurarão eternamente. Nós brigamos e nós rimos, nos revoltamos e manifestamos. Nós estudamos e brincamos, nós enfim, Vivemos.

E no final das contas, é isso que se resume ser aluno ou estudante. Percorrer um longo caminho aliado de ótimos amigos. Em meio a tantos livros e obrigações encontramos espaço para sentir a vida. Quando olharmos para trás futuramente, sorriremos de verdade por ter tido essa oportunidade. Risadas serão ouvidas pelas ruas ao reencontrar seus amigos, lágrimas cairão dos olhos ao dizer adeus uma vez mais.

 No entanto, agora é o momento de decisões sérias e é prudente pensarmos nisso.  Devemos parar de basear as escolhas nas opiniões de pais, professores e amigos, sabemos que se importam conosco, conselhos são bem-vindos,  porém a decisão do nosso futuro deve ser feita por ninguém menos que nós mesmos. Faça o que você quiser, pois no final você  é quem acaba por escolher
.
A entrega do diploma significa nada menos que um fim de uma etapa, apenas mais uma de várias outras. Como chegamos aqui ? Cabe a cada um responder silenciosamente na própria cabeça. Ninguém aqui sabe da vida do próximo, não sabemos o que você passa em casa, o que você presencia, enfim como é a sua vida fora dos portões da escola. Entretanto, se tem algo que aprendemos como irmãos de classe, é que aqui dentro somos iguais.

Procuraremos a partir de agora, a busca por novas escolhas, novos horizontes, novos caminhos, algo que faremos por nós e por ninguém mais. Se você quer estudar música ou direito faça isso, se quer medicina, corra atrás não importa quantas noites de sono venha a perder. Se quer  filosofia, faça isso. Todos sabemos a pressão que é ser bombardeado de perguntas tais como, já decidiu qual vestibular vai fazer? Ou e agora, o que você vai estudar? Vai para a faculdade? Qual curso? Já pararam para pensar que nem todos querem fazer faculdade? Tem gente aqui que já tem parte da vida planejada e essa não inclui faculdade, e o mais importante essas pessoas estão felizes. É isso que tem ser nossa prioridade. A felicidade, não importa como ela seja. Logo, quebre paredes, derrube os padrões e seja você mesmo. Ousemos uma vez mais, encaremos nosso futuro, ele bate à nossa porta agora e quer entrar, quer nos fazer crer, quer uma chance de mostrar-nos onde podemos chegar. Deixaremos? Sim? Não? A escolha é sua.

Aos professores gostaríamos de dar nossos mais sinceros agradecimentos, afinal de contas, onde estaríamos nós sem a atuação deles? Fizeram-nos estudar, e fizeram-nos rir, e quem sabe às vezes também chorar. Participaram de nossas brincadeiras, atenderam aos nossos pedidos de descanso, mas também nos ensinaram algo valioso, a busca por uma educação melhor. Se tem algo que essa  escola nos passou, foi que há esperança. Basta querermos encontrá-la. E fazê-la crescer no espaço em que vivemos.

Nós, alunos do terceiro ano, gostaríamos de agradecer a presença de todos e principalmente àqueles que nos acompanharam na nossa busca desde o início, por terem nos acompanhando todos esses anos, desde nossos professores, pais e amigos até os diretores, supervisores e vices. Estes com certeza tiveram papel importante na nossa formação, visto que nos proporcionaram a chance de continuar aqui até o fim, e isso sempre da melhor forma possível.
_________________________________________________________________________________






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lupus- Parte I

O último poema de amor

Fade Away