1 de janeiro de 2014

O ano é novo, mas os sonhos são velhos.
E em pouco tempo tudo será esquecido
Como eu
Como o outro ano.
Seremos pó e quem sabe menos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale comigo, estranho!

Pianista (e a ) Sereia - Parte I

O relógio batia quase meia-noite e as ruas de Wuppertal, na Alemanha já estavam iluminadas pelos postes de luz. Os habitantes em suas casas...