Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

5 Anos sem o Rei do Pop

Imagem
Pensar que eu jamais terei a chance de ir a um show do Michael é motivo suficiente para me deixar na cama por dias. Hoje, em seu aniversário de morte de cinco anos meu ''coração'' está mais pesado e triste que nunca. Não irei falar de coisas comuns do tipo infância de Michael ou sua vida depois da fama.   Não vou falar as mudanças que Michael sofreu ao longo da vida ( pele, nariz, corpo ) nem como ele tratava seus filhos  em público ( com máscaras  ) essas coisas que a mídia já fez há cinco anos. Tenho minha opinião a respeito de cada um desses assuntos e outros.

Esse texto é pra mim e pra quem é fã e sente o mesmo que eu hoje ainda mais que ontem:  Saudade.



Michael Jackson não foi um simples cantor, ator,dançarino e compositor. Michael foi uma pessoa incrível, especial, bondosa que apesar de tudo o que passou continuou fazendo o que ama da melhor maneira possível. Michael Jackson era um ''anjo'' . Nosso Peter Pan. Estou triste demais de modo que não es…

O Pessoal da Escola - parte II

Imagem
Pra você que não leu a parte I, você pode lê-la  AQUI


O vento fazia  meu cabelo voar. Voar até demais, vamos combinar. Ainda bem que eu estava na garupa ( não poderia estar em outro lugar, óbvio ) mas o que quis dizer é que dessa forma ele não seria capaz de perceber a bagunça que meu cabelo estava mesmo com o capacete. Meus braços estavam ao redor da cintura dele e meu corpo encostado nas suas costas. Eram quentes, como todo o resto do corpo dele. Eu sabia disso porque antes de Rick soltar minha mão quando chegamos perto da moto ( o único momento em que  a soltou ) ele me ajudou a subir e eu toquei em seu braço pra me apoiar, mas sendo meio lesada quase caí então ele me segurou.
   Entre sair da praça e ir à moto ele não disse nada e eu também não, obviamente. O que eu poderia dizer?  Mas assim que ele colocou o capacete em mim, colocou o dele, se sentou na minha frente e ligou a moto ele disse :
- Não está com medo, está, Mariah? - rindo. - Medo?  É claro que não. - respondi, com um…