Sentimento ao contrário

  [ créditos da imagem na imagem rs ]

em busca de uma cura
para a enfermidade
e me leva à loucura
a própria insanidade

é um câncer que se alastra
dentro do peito
faz bater mais forte o órgão
e o destrói com efeito

é a mitose de minha vida
uma aflição sofrida
mas eu a aprecio como mel
pois me fortalece, me leva ao céu

bifurca meu corpo essa sensação
e não entendo como pulsa
meu singelo coração

que força ela tem
essa doença que busquei
que garra ela tem
essa coisa que me entretém

mas no final faz sentido
no final compreendo
eu sinto
eu tento

é a moléstia que faz minha seiva circular
nas veias pestilentas de um corpo sem vida
e um sussurro fraco a me alegrar
vê! o carbônico é meu próprio pesticida

é um padecimento carregado de incompreensão
mas não hostilizo, jamais! não há razão
não haveria de ter
posso apenas crer

 que meus olhos roídos não podem ver
mas meu coração moído quer sentir e ter

E depois do beijo que ganhei do Anjo
senti a vida nesse corpo sem arranjo
e pra você que ainda não compreende
digo-te, apenas: tudo isso é Amor...
simplesmente.



PS: Como sabem é raro eu fazer poemas que falem de amor, mas acho que esse ficou bem no meu estilo, não rs ? 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê-me sua opinião, ela é muito importante!!!