Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

Sobre a Maldição do Tempo

Imagem
[http://singularidadedalua.blogspot.com.br/]
E de repente o objeto refletor parece estar distorcido. Quebrado. Manchado.
Espero. Não é o objeto que está estragado.
É o que ele reflete. Como os anos podem ser cruéis. Como o tempo pode machucar um corpo. Uma mente. Um ser.
Que coisa.

Suas pernas se cansam mais rapidamente. Correr para brincar de ''pega pega'' com o amigo não é tão divertido, mas se tivesse que correr de lobo em segundos estaria morto. A fadiga está sempre presente. Em muitas partes desse par de membros que você força e lhe levar para o trabalho todos os dias aos poucos surgem erupções feias que lhe forçam a estar sempre de calça. Os pés estão estranhamente feios, logo, um tênis é usado até que seus dedos apareçam na ponta. Suas mãos  são tortas. Cheias de pelos nos dedos e dedos com unhas mal feitas. Quebradas. Não resistem nem mesmo a uma semana. Mãos amassadas. Pequenas demais. Mutantes demais. A letra cursiva um dia tão bela hoje é semelhante aos escr…