Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

Lupus - Parte IV

Imagem
Você pode ler as Partes I, II e III e AQUI, AQUI e AQUI

Propósito

Um pedaço de papel amassado eu era o caco de vidro quebrado nem cristal nem porcelana eu era a maldita grama
A caneta sem tinta e o lápis sem grafite eu sou aquele que não resiste de longe algo completo de lado algo quebrado
Como a poção de amor que não deu certo eu sou o verme rastejante no deserto Em busca de água, em busca de vida eu sou o livro com páginas jamais lidas  [O lençol manchado pelas lágrimas do fracasso]
Eu sou o rascunho que fazem o papel velho rabiscado eu sou a dor dos cães que latem  o sonho esquecido e apagado 
não há mais aquele brilho aquele valor tudo o que há  é somente dor
eu não sou nem mesmo o prato sou o resto do que restou do que um dia alguém usou



serviu o seu propósito, verme pode voltar para o buraco!



Rebels - Parte I

Imagem
Dave entrou no seu Porshe911 preto e depois de ligar o carro aumentou o volume do rádio a um nível quase ensurdecedor, em especial, se você não aprecia o estilo de música heavy metal pesado. Pisou na embreagem e colocou a primeira. Saiu do lugar e passou a segunda. Sorrindo maliciosamente já estava na terceira. As ruas de Seattle estavam vazias àquela hora da noite. Mal iluminadas pela Lua Cheia e parcialmente pelas luminárias, mas Dave não prestava atenção em nada. Seu pé no acelerador pressionando cada vez mais forte era tudo o que importava. A bateria da música soava forte. A guitarra gritava enquanto o jovem dançava sob as rodas do carro. Um sinal vermelho. Não havia ninguém a cruzar a rua. Ele não parou. Passou a quarta marcha. Estava correndo demais. Mas era exatamente aquilo que ele queria. Seu cabelo liso mal podia captar a luz, permaneceu tão preto quanto o era naturalmente. Jogado com força para trás pelo vento. Seus olhos azuis fitavam o nada à frente. Ele não via nada a nã…