17 de abril de 2016

E basta-me


" O que sei agora é o que deixei de saber
Abandonei nas lágrimas o antigo ser
Pois para crescer é preciso renascer
Como a eterna fênix
Aprendi a me reerguer. "

"A felicidade é um caminho e não um destino. São escolhas e não finais. Não há um sorriso eterno, mas não há uma lágrima que dure para sempre. A dor chega para mostrar que podemos escolher ser fortes. Escolha. Essa é a premissa da vida. Nós escolhemos o que queremos para nós. E eu escolho ser feliz.
Eu me basto e isso basta.

A alegria poderá não ser meu estado de espírito eterno, mas será minha meta, pois nada me garante a volta nesta vida, neste corpo, logo quero deixar minha marca. A marca de que fiz o que pude para fazer desta vida uma vida feliz. E nada mais."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale comigo, estranho!

Pianista (e a ) Sereia - Parte I

O relógio batia quase meia-noite e as ruas de Wuppertal, na Alemanha já estavam iluminadas pelos postes de luz. Os habitantes em suas casas...