Farewell Letter

Eu era a Lua
e você era meu Lar
juntos nós éramos
o mais belo Luar


***


"Eu era a pedra no meio do caminho"
a dor do ferido em desatino
eu era a ferida sem corte
eu era o azar que havia na sorte

eu era a mão que joga a pedra
o sangue escorrendo na testa
eu era o fluído que arde e não se estanca
eu era a dança jamais vista, a pele que se arranca

não havia cicatriz no corpo
pois o machucado jamais se curava
não havia sorriso no rosto
pois ela percebeu que ele não a amava

a questão nunca fora o amor
e sim, era sempre a dor
a questão nunca fora amar,
e sim, ser incapaz de perdoar

eu era os olhos do defunto infeliz
eu era a o mal sem raiz
eu não dormia, não comia
eu não podia continuar viva


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê-me sua opinião, ela é muito importante!!!